11/02/2020

Setor

Novo medicamento para TOC é desenvolvido por inteligência artificial

Panorama Farmacêutico

Um novo medicamento será testado no tratamento de pacientes com transtorno obsessivo compulsivo (TOC), mas não se trata de um remédio comum. A startup britânica Excientia, em parceria com a farmacêutica japonesa Sumitomo Dainippon Pharma, criou uma molécula por meio de Inteligência Artificial (IA).

O medicamento é considerado inovador porque é a primeira vez que uma molécula criada utilizando IA será testada em seres humanos. Além disso, com a utilização desse processo, a pesquisa para desenvolvimento de um remédio, que leva em média cinco anos, foi feita em apenas um.

O diretor executivo da Excientia, Andrew Hopkins, ressalta a eficiência da tecnologia. “Vimos a IA diagnosticando pacientes e analisando dados e exames, mas esse é um uso direto dela na criação de um novo medicamento”. A startup ainda almeja fechar o ano com outra molécula pronta para os testes clínicos.


Voltar

Abbot
Abbvie
Aegerion
Alexion
Allergan
Amgen
Astellas
Astra Zeneca
Bago
Bayer
Besins
Biogen Idec
Biomarin
Biominas
BMS
Boehringer Ingelheim
Celgene
Chiesi
Daiichi Sankyo
Eisai
Ferring Farmaceuticals
Galderma
Ge
Gilead
Glenmark
Grunenthal
GSK
Ipsen
Janssen
LEO
Lilly
Lundbeck
MSD
MSD
Mundipharma
Novartis
Novo Nordisk
Pfizer
Pharma Praxis
PTC Therapeutics
Pierre Fabre
Roche
Sanofi Aventis
Sarepta Farmacêutica
Servier
Shire
Takeda
Teva
Theraskin
UCB
Vertex Pharmaceuticals
Zambon