15/01/2019

Setor

Novo cálculo de preço de medicamento trará economia de R$ 100 milhões ao governo

Panorama Farmacêutico

O Ministério da Saúde estima economizar R$ 100 milhões por ano na compra de medicamentos de alto custo com a aplicação de um novo cálculo de preços, que isenta o pagamento de PIS/ Cofins a empresas que possuem contratos para importação de medicamentos ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo reportagem veiculada no portal Jota, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) publicou o Ofício 324/2018, que orienta sobre a aplicação de Preço Máximo de Venda ao Governo (PMVG), com a inclusão da categoria Preço Fábrica Sem Impostos na tabela de custos de medicamentos, reforçando que, além da retirada de ICMS, não há incidência de PIS/Cofins.

O documento foi uma resposta aos questionamentos dos governos estaduais sobre supostos impostos pagos desnecessariamente nos contratos com as empresas. A redução de PIS/Cofins deve atingir importações de medicamentos de alto custo, viabilizadas geralmente por decisões da Justiça. O gasto para a União com a judicialização da saúde supera R$ 1 bilhão anual.

Ainda segundo a reportagem, o Departamento de Logística (DLOG) do Ministério da Saúde estaria calculando valores pagos a mais para pedir ressarcimento às empresas. A própria CMED também teria recebido denúncias de empresas que faziam cobranças indevidas de PIS/Cofins em vendas para governos.

Em contato com o Sindusfarma, a entidade respondeu que está acompanhando o caso, mas que não quer se pronunciar. Questionada sobre o valor estimado, a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde informou que está apurando o fato e até o fechamento da matéria não havia dado nenhum retorno.

Voltar

Abbot
Abbvie
Aegerion
Alexion
Allergan
Amgen
Astellas
Astra Zeneca
Bago
Bayer
Besins
Biogen Idec
Biomarin
Biominas
BMS
Boehringer Ingelheim
Celgene
Chiesi
Daiichi Sankyo
Eisai
Ferring Farmaceuticals
Galderma
Ge
Gilead
Glenmark
Grunenthal
GSK
Ipsen
Janssen
LEO
Lilly
Lundbeck
MSD
Mundipharma
Novartis
Novo Nordisk
Pfizer
Pharma Praxis
PTC Therapeutics
Pierre Fabre
Roche
Sanofi Aventis
Servier
Shire
Takeda
Teva
Theraskin
UCB
Vertex Pharmaceuticals
Zambon