26/11/2018

Setor

Era doce

Folha de S.Paulo | Jornalista: Monica Bergamo

O Ministério da Saúde e a indústria alimentícia nacional vão assinar nesta segunda (26) um acordo para reduzir a quantidade de açúcar dos alimentos processados, como iogurtes, achocolatados, sucos em caixinha, refrigerantes, bolos e biscoitos. 

POTE CHEIO?

O acordo está sendo costurado desde abril, quando o ministro Gilberto Occhi assumiu. A indústria terá cinco anos para reduzir 144 mil toneladas de açúcar dos alimentos. 

SEM SAL

O modelo é parecido ao firmado com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para diminuir o teor de sódio nos produtos, que prevê redução de até 28.562 toneladas até 2020.

Voltar

Abbot
Abbvie
Actavis
Actelion
Aegerion
Alexion
Allergan
Amgen
Astellas
Astra Zeneca
Bago
Bayer
Besins
Biogen Idec
Biomarin
Biominas
BMS
Boehringer Ingelheim
Celgene
Chiesi
Daiichi Sankyo
Eisai
Ferring Farmaceuticals
Galderma
Ge
Glenmark
Grunenthal
GSK
Ipsen
Isdin
Janssen
LEO
Lilly
Lundbeck
Merck Serono
MSD
Mundipharma
Novartis
Novo Nordisk
Pfizer
Pharma Praxis
Pierre Fabre
Reckitt
Roche
Sanofi Aventis
Servier
Shire
Stiefel
Takeda
Teva
Theraskin
UCB
Zambon