Código de Conduta

CÓDIGO

Código de Conduta

A primeira versão do Código de Conduta foi lançada em 2007 com o objetivo de formalizar a relação entre a indústria farmacêutica e os profissionais da saúde, fazendo da INTERFARMA a entidade precursora do setor farmacêutico a ter um Código de Conduta. Em 2012, em função de um acordo inédito, o documento se tornou o primeiro a ser validado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Sociedade Brasileira de Cardiologia. Veja aqui o posicionamento assinado entre as entidades. Atualmente, a INTERFARMA é a única associação que possui um Conselho de Ética independente, Corregedoria e a esfera de Conciliação.

Baixar PDF:

TREINAMENTO

O treinamento tem como objetivo apresentar a revisão 2021 do Código de Conduta da Interfarma às Associadas, Aderentes e demais stakeholders e reforçar os compromissos e princípios éticos que norteiam as relações da Indústria Farmacêutica de Pesquisa com seus públicos, com foco na inovação e na descoberta de produtos para saúde, observando sempre a legalidade e os padrões éticos, morais e técnicos reconhecidos local e internacionalmente.

Clique aqui para acessar o treinamento

ALINHAMENTO IFPMA

Em 2019, a Federação Internacional de Fabricantes e Associações Farmacêuticas (IFPMA) adotou o novo ETHOS, uma nova abordagem que prevê os compromissos da Indústria Farmacêutica com a integridade, valores e princípios éticos, e serve de guia para quaisquer interações com a comunidade científica e com pacientes. Confira o conteúdo nos Links:

IFPMA Code of Practice 2019 – English
IFPMA Code of Practice – Japanese
IFPMA Code of Practice – Spanish
IFPMA Code of Practice – French
IFPMA Code of Practice – Portuguese
IFPMA Code of Practice 2019 – IFPMA Ethos

A INTERFARMA compartilha desses valores e princípios, já alinhados em seu Código de Conduta.

 

PERGUNTAS & RESPOSTAS

A primeira versão do Código de Conduta foi lançada em 2007 com o objetivo de formalizar a relação entre a indústria farmacêutica e os profissionais da saúde, fazendo da INTERFARMA a entidade precursora do setor farmacêutico a ter um Código de Conduta. Em 2012, em função de um acordo inédito, o documento se tornou o primeiro a ser validado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Sociedade Brasileira de Cardiologia. Veja aqui o posicionamento assinado entre as entidades. Atualmente, a INTERFARMA é a única associação que possui um Conselho de Ética independente, Corregedoria e a esfera de Conciliação.

CASOS JULGADOS

A primeira versão do Código de Conduta foi lançada em 2007 com o objetivo de formalizar a relação entre a indústria farmacêutica e os profissionais da saúde, fazendo da INTERFARMA a entidade precursora do setor farmacêutico a ter um Código de Conduta. Em 2012, em função de um acordo inédito, o documento se tornou o primeiro a ser validado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Sociedade Brasileira de Cardiologia. Veja aqui o posicionamento assinado entre as entidades. Atualmente, a INTERFARMA é a única associação que possui um Conselho de Ética independente, Corregedoria e a esfera de Conciliação.

CONSELHEIROS EXTERNOS

O Código de Conduta da Interfarma determina que o Conselho de Ética é o órgão colegiado responsável pelo julgamento das denúncias apresentadas à INTERFARMA relacionadas a infração ao nosso Código de Conduta.

O Conselho de Ética da nossa Associação tem caráter ad hoc e é composto por conselheiros sorteados internos (integrantes das Associadas Interfarma) e por profissionais externos nomeados pela Associação.

Conheça os profissionais que compõem o quadro de Conselheiros Externos da Interfarma:

Terezinha de Jesus Andreoli Pinto +

Michel Durand Mura +

Hader Armando José +

Dr. Joaquim Prado Pinto de Moraes-Filho +

Dr. Eduardo Najjar Roque +

Dr. Ernesto